Projeto Batucando, introdução à música pela percussão


Iniciativa é viabilizada por meio do Edital da Fundação Aperam Acesita

A Associação Cultural Irmandade Reino do Rosário Guarda de Moçambique de Timóteo se prepara para realizar uma oficina gratuita de introdução à música por meio da percussão musical.

A iniciativa, que tem como público-alvo jovens e adultos, objetiva motivar jovens e adultos a se envolver com a arte do baque e a perpetuar essa cultura raiz do tradicional congado.

Além de noções sobre iniciação rítmica musical, a confecção de tambores comporá os conteúdos da oficina patrocinada pela Fundação Aperam Acesita por meio de edital publicado em 2020.

“É grande e evidente a necessidade de se oferecer ao público de Timóteo oficinas para manter a tradição do congado, essa manifestação timotense”, pontua o líder da Associação Cultural, Mestre Luís Fabiano.

O projeto ganhará sequência com apresentações do que for aprendido durante a aula. “Além das aulas, realizaremos cinco apresentações em escolas e praças públicas de Timóteo, como uma forma da turma colocar em prática o aprendizado adquirido. Devido à pandemia, os eventos serão adaptados segundo as recomendações da Secretaria de Saúde”, conta o Mestre(FOTO).

Mesmo com as mudanças impostas pela crise sanitária, a equipe do projeto declara estar animada para a realização das atividades previstas no programa do grupo. “Enquanto não temos um panorama certo do processo dos encontros presenciais, vamos desenvolver as oficinas de tambores via on-line com muito ânimo e dedicação”, destaca Luis Fabiano.

A Fundação Aperam Acesita continua reafirmando seu objetivo de promover o fortalecimento das organizações sociais por meio do apoio a iniciativas que privilegiem os eixos de seu edital, como a educação, o meio ambiente, a geração de trabalho e renda, a cidadania e os direitos humanos.

De acordo com o Presidente da Fundação Aperam Acesita, foram 16 projetos aprovados no ano passado vindos das regiões onde a Aperam está presente – Vale do Aço e Vale do Jequitinhonha. “Reafirmamos a importância de continuarmos desenvolvendo atividades em prol das comunidades onde a Aperam atua e em todas as suas frentes. O Edital se mantém cumprindo seu papel de fomentar essas regiões e a atuação da empresa mesmo neste período pandêmico”, conta o Presidente da Fundação Aperam Acesita.